Fique Sabendo

Selecione:
Curso
  • :: Da Escola
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Biologia
  • Ciência da Computação
  • Computação Aplicada
  • Engenharia Ambiental
  • Engenharia Cartográfica e de Agrimensura
  • Engenharia Civil
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Alimentos
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Energia
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia de Produção e Sistemas
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Química
  • Física
  • Geologia
  • Gestão Ambiental
  • Gestão da Produção Industrial
  • Gestão da Tecnologia da Informação
  • Jogos Digitais
  • Matemática
  • Segurança da Informação
  • Sistemas de Informação
Nível
Professoras e alunas da Unisinos participam de projeto fomentado pela ONU em Montenegro

Redescobrir o espaço público e refletir sobre temas relevantes de desenvolvimento sustentável, através de intervenções artísticas urbanas, foram os objetivos da ação Laranjas dos ODS, em Montenegro.

O projeto da Organização das Nações Unidas visa incorporar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no cotidiano das instituições privadas, públicas e da comunidade. A cidade gaúcha foi escolhida por ser

a maior produtora de citros do Estado. Os ODS terão vigência no plano de metas das Nações Unidas de 2015 até 2030.

Pintando os dezessete

Artistas fazem pinturas na cidade de Montenegro como ação para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Artistas fazem pinturas na cidade de Montenegro como ação para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Os responsáveis pela ação das laranjas souberam de um projeto premiado e produzido dentro da Unisinos. A tinta, usada nas intervenções artísticas, é um material sustentável e feito pelas professoras Tatiana Rocha e Cristiane Santin, e pelas alunas Paula Schwade e Gabriela Schneider.

Feita com materiais reaproveitados como base de isopor, solvente natural e cascas de laranja, a tinta foi utilizada em pinturas no solo de locais emblemáticos da cidade, além de telas e lixeiras que costeiam as margens do rio Caí.

Vencedora de prêmios como Boas Ideias de Sustentabilidade, promovida em conjunto com a Virada Sustentável, a tinta está em teste de novas propriedades. O grupo da universidade descobriu que ela tem a capacidade de inibir o crescimento de alguns tipos de bactérias.

Segundo a professora Tatiana Rocha, a tinta pode ser indicada para telas, gesso, madeiras como pinus e MDF. Para participar da ação em Montenegro, foram ajustados pigmentos que facilitariam no manuseio da tinta pelos artistas.

A ação

O projeto Laranjas dos ODS foi inscrito pelo empreendedor social Diego Gazola no concurso cultural Ciclo da Sustentabilidade, uma realização do Ciclo Verde que reconhece e inspira pessoas a replicarem ações com o foco na cultura da sustentabilidade.
A articulação local foi fomentada pela Associação Montenegrina de Artistas (AMARTI) e conta com parcerias locais, secretarias municipais e escolas públicas e privadas.

Para Joana Mara dos Santos, gestora ambiental da prefeitura de Montenegro, o projeto despertou a atenção dos moradores da cidade. “A comunidade se interessou, perguntando o que estávamos fazendo. Então resolvemos planejar algumas ações que nos fizessem questionar: nós como cidadãos, o que podemos fazer para ter um desenvolvimento sustentável de verdade? Qual é a nossa responsabilidade como cidadão?” comenta.

As obras na cidade ficam como incentivo para a conquista dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável. Uma muda de laranjeira foi plantada próxima a cada ODS, acompanhada de poema manuscrito em placa rústica oferecida por escritores montenegrinos.

Se você não conhece os 17 ODS, clique aqui e saiba mais sobre esse projeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe um comentário
O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *