Fique Sabendo

Selecione:
Curso
  • :: Da Escola
  • Comunicação
  • Comunicação Digital
  • Design
  • Design de Produto
  • Fotografia
  • Gastronomia
  • Jornalismo
  • Letras
  • Linguística Aplicada
  • Moda
  • Produção Fonográfica
  • Publicidade e Propaganda
  • Realização Audiovisual
  • Relações Públicas
Nível
Estudantes desenvolvem plano de comunicação integrada para o LGBTI Summit da SAP

Os estudantes da disciplina de Comunicação Integrada da Unisinos tem a oportunidade de vivenciar na prática temas e conteúdos abordados durante as aulas. Pelo segundo semestre consecutivo foram realizadas atividades em parceria com a SAP Labs Latin America, em que a turma visitou a empresa, conheceu seu case de práticas de comunicação corporativa e foi desafiada por um briefing, no qual desenvolveram durante as aulas um Plano de Comunicação Integrada para um evento da empresa. Neste ano, o desafio era relacionado ao LGBTI Summit, evento que ocorre na SAP anualmente.

“Reunidos em equipes, os alunos elaboraram diagnóstico e um Plano de comunicação para o evento que englobasse as múltiplas ferramentas de comunicação existentes, assim como abordado nas aulas durante o semestre. É sempre muito bom quando o estudante vivencia na prática e desenvolve potencialmente o aprendizado de sala de aula. Os projetos ficaram muito bons”, comenta Robert Thieme, professor da disciplina.

Os planos desenvolvidos pela turma foram apresentados na sexta-feira , dia 25/11 na sede da SAP recebendo um feedback de Renata Fedrizzi e Ronald Becker, responsáveis pelo Marketing da unidade Latin America.

Confira abaixo o ponto de vista da aluna Juliana Koetz:

Fomos apresentados a um desafio envolvendo um briefing real e uma avaliação pela própria empresa. A missão era criar um planejamento de comunicação integrada para a SAP, alinhando todos os pontos de contato com todos os públicos possíveis envolvidos com o desafio.

Ficamos muito contentes ao descobrir que se tratava do LGBTI Summit, um evento itinerante que acontece em diferentes empresas e visa debater as questões dos LGBTIs no mercado de trabalho. Estávamos diante de um desafio proposto por uma empresa real e de porte internacional, o que implica em diretrizes de valores e visão muito bem definidas, canais de comunicação estabelecidos e algumas limitações.

As limitações são itens fundamentais para compreender como um planejamento de comunicação é feito “na vida real”. As marcas quase sempre chegam no profissional com uma série de possibilidades e restrições, então ter um desafio nesses moldes nos aproximou bastante de um briefing real. Além disso, pudemos conhecer o universo da SAP que está no mesmo “pátio” que a Unisinos, mas que, por se tratar de uma empresa, poucos dentro do curso de publicidade tinham acesso como obtivemos com a tarefa nessa disciplina.

Saímos do prédio da SAP bastante empolgados com o que fora proposto e conforme o grupo ia conversando, conseguimos desenhar um plano de comunicação com ideias executáveis. Como trabalhamos em grupo foi possível reunir uma lista completa de itens para incluir na proposição de campanha, agregando as experiências de todos os integrantes. Cada um trouxe um pouco de sua experiência.

Contamos com o privilégio de ter em nosso grupo uma colega que trabalha na SAP, a Paloma Kuhn, e ela balizou muito bem os valores da empresa, guiando os caminhos que deveríamos seguir. Era como se houvesse uma proximidade real com o cliente, sendo consultada ao longo do processo e excluindo as ideias que contrariassem a linguagem da SAP.

No dia da apresentação para a equipe de marketing da SAP a postura foi muito mais profissional porque não estávamos falando para colegas e amigos, mas para uma empresa. O feedback que obtivemos foi muito positivo, mesmo as críticas. Conseguimos consolidar ainda mais a percepção sobre os valores da marca e ficamos muito contentes que nosso slogan, “o futuro é colorido” fez parte da fala de fechamento que a equipe fez ao final de todas as apresentações.

Finalmente, realizamos o fechamento do relatório. Com ele pudemos revisar alguns pontos e fortalecer outros. Defendemos melhor os itens criticados buscando não contrariar a visão da SAP e ajustamos o cronograma. O feedback foi fundamental para aprimorar nossas ideias e complementar elas. Ao invés de nos desmotivar, aguçou o olhar para questões que poderiam passar batido. A experiência como um todo foi a ampliação de universo sobre o mercado de trabalho local e sobre as possibilidades que a universidade oferece ou coloca ao nosso alcance.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe um comentário
O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *