Fique Sabendo

Selecione:
Curso
  • :: Da Escola
  • Comunicação
  • Comunicação Digital
  • Design
  • Design de Produto
  • Fotografia
  • Gastronomia
  • Jornalismo
  • Letras
  • Linguística Aplicada
  • Moda
  • Produção Fonográfica
  • Publicidade e Propaganda
  • Realização Audiovisual
  • Relações Públicas
Nível
Alunos criam campanhas contra o abandono de animais

O abandono de animais é uma realidade que precisa ser combatida. Para alertar as pessoas sobre essa situação e incentivar a adoção consciente, estudantes de Publicidade e Propaganda criaram campanhas sociais na atividade acadêmica de Redação Publicitária I. As ideias e peças gráficas desenvolvidas em aula serão aproveitadas pelo projeto Adote um Vira-lata RS.

De acordo com a professora Anaís Bertoni, ministrante da atividade, o propósito era fazer com que os estudantes pensassem em ações “mais humanas e calorosas”, que promovessem um bem social ao mesmo tempo que aliassem os conteúdos vistos em aula. Nesse processo, foram contempladas todas as etapas de criação, desde a concepção da ideia para a formulação de discursos e estratégias até a apresentação das propostas a representantes do projeto.

“Dentro dessa perspectiva, os alunos aprenderam a diferenciar os tipos de comunicação que são trabalhados em propaganda”, comenta Anaís. “Eles geraram insights alinhados com os objetivos apresentados no briefing da atividade e criaram as peças conforme o plano de mídia, também sugerido no briefing.”

As campanhas

Aline Eringer, Fernanda Garcia de Oliveira e Victor Okajima queriam mostrar algo real que sensibilizasse o público. Com o slogan “amor que muda o mundo”, o grupo criou a campanha Ninguém é feliz sozinho e convidou as pessoas a darem depoimentos sobre a ligação delas com seus bichinhos de estimação. “Nós podemos mudar o mundo desses animais e, quando adotamos, eles também mudam o nosso”, diz Aline. “Essa relação entre adotante e adotado é especial e nos preenche das mais diferentes formas.”

A partir desse conceito, o grupo desenvolveu as seguintes estratégias e peças: site da campanha, conta no Tumblr, hashtag (#nãoabandoneADOTE), cover e card para Facebook, um vídeo institucional e outro de depoimentos. Além disso, promoveu uma série de eventos – cuja programação estende-se até setembro – para arrecadação de mantimentos. A intenção, agora, é produzir outros materiais e colher mais depoimentos para dar continuidade à proposta.

Paulo Gallo e Bernardo Gianezini encontraram a solução criativa para o trabalho em um super-herói. “Uma das preocupações que tivemos foi buscar uma campanha positiva, que ressaltasse o melhor que existe na relação que temos com os bichinhos e o compromisso que se assume ao decidir tomar conta de um animal”, conta Paulo. “Foi através disso que chegamos no conceito ‘com um grande amigo vem uma grande responsabilidade’, adaptado da clássica frase que o Homem-Aranha leva como lema para sua vida.”

A dupla também pensou em uma ação para a campanha: a Caixinha Falante. Dentro de uma caixa de sapatos velha, há uma coleira, parcialmente visível do lado de fora, e um dispositivo de áudio que reproduz sons de miados e latidos. O conjunto dá a entender que existe um animal preso no interior do recipiente. Colocada em local público, a Caixinha Falante desperta a curiosidade dos passantes, que, ao investigarem a cena, encontram um folheto de conscientização sobre o abandono.

“Acreditamos que os pets têm o ‘superpoder’ de trazer alegria incondicional para as nossas vidas. Sendo assim, nada melhor do que tratar os bichinhos com a responsabilidade, o respeito e o carinho que eles merecem”, conclui Paulo.

As campanhas deram tão certo, que o Adote não conseguiu escolher uma única vencedora entre elas, como era a proposta original. Em vez disso, a iniciativa integrará diferentes ideias para trabalhar estratégias e peças específicas de mídia (comerciais para web, ações de adoção, parcerias com estabelecimentos comerciais, anúncios impressos etc.).

A fundadora do Adote, Bruna de Freitas, comenta os resultados da atividade: “Os alunos buscaram dados, informações, ideias de campanhas que tiveram sucesso e foram excelentes profissionais da área criando peças para nossas redes sociais, campanhas que visam conscientizar sobre o abandono e engajar as pessoas com a causa animal. Expuseram ideias que não foram feitas por nenhum projeto em prol dos animais até hoje e, portanto, serão utilizadas por nós como busca de um resultado positivo aos seguidores que já temos e para captar novos apoiadores”.

A atividade acadêmica

A atividade de redação exige que o aluno conheça as características específicas de cada veículo de comunicação e entenda como o público interage a partir desses canais. Mais do que exercitar a criatividade, as aulas ensinam que o discurso há de funcionar em todas as plataformas, a fim de envolver as pessoas e atrair resultados para as instituições. Tudo isso com muita organização, gestão do tempo e trabalho em equipe.

A professora Anaís enfatiza a importância que a integração de empresas ou projetos reais têm junto ao aprendizado acadêmico: “Cada vez mais precisamos mostrar que aquilo que está sendo estudado tem relação com a nossa realidade. O objetivo é este: compartilhar experiências e fazer um networking dentro e fora da sala de aula. Os alunos têm a grande oportunidade de inserirem uma atividade de trabalho voluntário em seus currículos com esse contato com o projeto Adote.”

Conheça o projeto Adote um Vira-lata RS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe um comentário
O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *