Fique Sabendo

Selecione:
Curso
  • :: Da Escola
  • Comunicação
  • Comunicação Digital
  • Design
  • Design de Produto
  • Fotografia
  • Gastronomia
  • Jornalismo
  • Letras
  • Linguística Aplicada
  • Moda
  • Produção Fonográfica
  • Publicidade e Propaganda
  • Realização Audiovisual
  • Relações Públicas
Nível
Mestranda participa de projeto que redefine entrega de produtos do Grupo RBS

O cenário macroeconômico, somado à mudança de comportamento dos leitores na era digital e o impacto que isso causou na indústria dos jornais fez o grupo RBS repensar como deveria estruturar a sua entrega de produtos a diferentes públicos e pensar ofertas alinhadas ao “nível de digitalização” e à necessidade de curadoria de conteúdo de cada perfil de usuários. O projeto, que definiu uma nova estratégia para os jornais do Grupo RBS, passou pelas mãos de Camila Leães, aluna do Mestrado Profissional de Gestão e Negócios da Unisinos.

A administradora com habilitação em Marketing e pós-graduada em Marketing Digital conta que o tema surgiu em função da necessidade da companhia em transpor o hábito dos leitores do papel para o digital e seu interesse em função da área de atuação. Para obter uma melhor margem, foi criado produtos que consideram a hipótese de transição de uma plataforma para a outra, como o ZH Tablet.

“Além da atuação na frente de gerenciamento e execução de projetos, é cada vez mais latente a necessidade de envolvimento do nível gerencial na construção da estratégia e modelagem de negócios, pois o know-why faz toda diferença para alinhamento e gestão de times de alto desempenho. E garante que a condução das táticas não perca o link com a estratégia macro da empresa”, ressalta.

Capacidade crítica e habilidade know why na universidade

Estar em contato com novos e velhos autores e teorias e ampliar a rede de relacionamento constrói uma visão de mundo ímpar que transforma não só as perspectivas profissionais quanto pessoais. Segundo Camila, quem estuda tem maior capacidade crítica e cria a habilidade de know-why que a prática profissional não consegue contemplar a pleno.

“A graduação hoje em dia é ponto de partida. Pode ser importante para definir o caminho de uma carreira ou para que a rota seja ajustada. Mas estar sempre estudando (no gerúndio mesmo) é fundamental para a diferenciação dos profissionais no mercado”, comenta.

Em 2015, Camila conseguiu uma bolsa parcial com a empresa que trabalha, fazendo o investimento pela certeza do impacto que ele trará na sua vida. “O mestrado profissional da Unisinos tem um grande diferencial que é a dupla titulação, pelo Brasil e pela Europa através da universidade de Poitiers. A proposta de discussão das teorias à luz da provocação da sua aplicabilidade torna a dinâmica muito interessante e útil para o mestrando que tem atividade profissional”, finaliza.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deixe um comentário
O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *