Promoção da temática da juventude e incentivo às políticas públicas voltadas aos jovens

O Observatório Juvenil do Vale (OJV) é um projeto concebido pelo Centro de Cidadania e Ação Social da Unisnos. Caracteriza-se como um projeto de assessoramento, defesa e garantia de direitos da Juventude no Vale do Rio dos Sinos, Cai e Paranhana. Tem como proposito a pesquisa investigativa, com vistas a elucidar as questões que envolvem as diferentes Juventudes nestas regiões, com um olhar mais cuidadoso com o município de São Leopoldo.

O Observatório Juvenil do Vale busca olhar as Juventudes sobre quatro aspectos: 

  • Dados recentes sobre a juventude brasileira; 
  • Algumas reflexões a partir de uma possível leitura das juventudes através da perspectiva de “gerações”, talvez sugerindo pistas; 
  • Os grandes modos de ler a realidade e as questões do mundo do trabalho junto às juventudes; 
  • Propor políticas públicas para a juventude que responda as expectativas dos jovens brasileiros, mais especificamente do município de São Leopoldo. 

Nos últimos anos o OJV desenvolveu algumas publicações, sendo uma em conjunto com a coordenadoria da Juventude de São Leopoldo. Podemos citar:

a) pesquisa qualitativa, intitulada “Às margens juvenis do Vale”; 

b) análise de dados quantitativos, através da aplicação de 700 questionários, levando como título “Discursos à beira do Sinos”; 

c) publicação em 2009, com o título Para além de um monótono estribilho – violência e segurança na perspectiva juvenil – o caso de São Leopoldo (São Leopoldo, Centro de Estudos Bíblicos - CEBI);

d) 2005-2012, Caminhos e Descaminhos, em parceria com a Diretoria Municipal de Juventude de São Leopoldo;

e) 2013, Encontros/Desencontros de Cuidados e Contrastes, Projetos Socioassistenciais para Adolescentes e Jovens na Sociedade Leopoldense em confronto com perspectivas Adolescento-Juvenis. (Matérias do Jornal Vale dos Sinos)

f) a atual pesquisa que está sendo analisa é sobre o impacto social na vida dos jovens e na comunidade em relação aos projetos, programas e serviços ofertados pela rede socioassistencial em São Leopoldo.

Objetivos

Este projeto tem como objetivo contribuir com a temática da juventude de modo a possibilitar a análise e reflexão sobre o impacto social dos projetos sociais existentes no município de São Leopoldo/RS, com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas para a Juventude.

  • O Conhecer a rede socioassistencial para a juventude no que tange as ações emancipatórias (programas, projetos e serviços) inscritos nos conselhos de direitos e setoriais de São Leopoldo/RS voltados para jovens de 15 a 29 anos; 
  • Identificar através dos dados obtidos o impacto pessoal, familiar e social (satisfações e insatisfações) dos jovens atendidos nos programas, projetos e serviços para a juventude;
  • Aferir se os programas, projetos e serviços correspondem às reais necessidades da juventude, do mundo do trabalho e verificar o impacto na vida e no comportamento da juventude.

Público-alvo

A população adolescento-juvenis é o alvo central do projeto do OJV, ou seja, jovens dos 15 aos 29 anos de idade. Busca-se desvelar as suas diferentes realidades, perfis, necessidades e superação das vulnerabilidades sociais e pessoais, subsidiando novas políticas públicas para a Juventude.

Impacto Social

O impacto se dá nas instituições, privadas e públicas,  em toda a rede socioassistencial e em especial a Juventude atendida em São Leopoldo. A história do OJV, no seu dia-a-dia, pode ser um exemplo concreto porque “o caminho se faz ao caminhar”.  São importantes, para isso, os estudos, os contatos, as pesquisas e as participações, sempre relacionadas com o mundo juvenil. Não pode ser esquecido, igualmente, o impacto na própria instituição que possibilita este projeto.

Locais de atuação

Na região do Vale dos Sinos, Caí e Paranhana.

Atividades

  • O projeto desenvolve atividades de pesquisa investigativa, quantitativa e qualitativa ou científica;
  • Divulgação da pesquisa nos espaços de controle social e na rede socioassistencial;
  • Supervisão acadêmica aos alunos semanal;
  • Reuniões semanais de equipe, de planejamento e de análise de dados;
  • Visita aos espaços de pesquisa, setores do poder público e entidades privadas da sociedade civil – aplicação dos questionários;
  • Relatório final – análise dos resultados;
  • Publicação da pesquisa.

Parceiros

  • Secretária Municipal de Desenvolvimento Social – SEDES 
  • Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - COMDEDICA
  • Conselho Municipal de Assistência Social de São Leopoldo - CMAS
  • Entidades da Sociedade civil;

Contato

Coordenação Observatório Juvenil do Vale
(51) 3590 8473, ramal 1199
observatorio@unisinos.br

Acesse o blog do Observatório 


»Política de privacidade Unisinos
Jesuítas Brasil Unisinos - Somos infinitas possibilidades