Especialização em Relações Internacionais e Diplomacia

Aula magna: 29/3/2017Início do curso: 3/4/2017 Término das atividades: 18/12/2017 Entrega da Monografia: 5/6/2018 Término do curso: 5/8/2018
Carga horária: 424 horas
Datas das avaliações A definir
Conheça o Moodle Ambiente de aprendizagem virtual da Unisinos Moodle Unisinos

A Especialização em Relações Internacionais e Diplomacia da Unisinos oferece um amplo entendimento da importância das contribuições e atribuições diplomáticas. Em específico, o curso busca trabalhar dentro de duas perspectivas. Uma delas é a gestão das relações internacionais no âmbito do setor público, do setor privado, e do Terceiro Setor, como por exemplo: estruturas supranacionais que emergem no contexto internacional, organismos internacionais, empresas nacionais, transnacionais, Organização Não-Governamentais (ONGs), entre outras. A segunda perspectiva detém-se no contexto tradicional da diplomacia brasileira, especialmente ao que diz respeito às demandas tradicionais de qualificação profissional para ingresso no corpo diplomático, tais como a base no Guia Diplomático do Instituto Rio Branco, vinculado ao Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Em ambas as perspectivas, expande-se o conceito geral da diplomacia, contribuindo para a construção de um novo perfil profissional, mais atual e competente frente às demandas internacionais contemporâneas.

Por fim, destaca-se que o curso traz uma abordagem inovadora, aproximando-se de temáticas de maior abrangência e dinâmica, e, também, aborda temáticas polêmicas, visando preparar o indivíduo para atuação em novos nichos profissionais onde o entendimento da complexidade do sistema internacional e a capacidade de construir soluções tornam-se extremamente valorizados.

Objetivo geral

Oferecer conhecimento qualificado, dentro de uma perspectiva multidisciplinar, em gestão de relações diplomáticas, integrando teoria e habilidades analíticas aplicadas, necessárias para o profissional que entende que a sua atuação tem contribuição internacional.

Objetivos específicos

    • Introduzir e discutir os conceitos, as temáticas, os instrumentos e os desafios do gestor que atua em relações internacionais e diplomacia, num contexto internacional em constante evolução;
    • Oferecer subsídios de qualificação para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata.

Público de interesse

Profissionais com qualquer curso superior, que desejam se especializar em relações internacionais e/ou diplomacia.

Perfil do futuro profissional

Ao final do curso o aluno deverá ser capaz de:

    • Conhecer as diversas linhas teóricas das Relações Internacionais, através das origens, da história e da evolução do pensamento diplomático, tanto brasileiro quanto internacional;
    • Reconhecer a aplicabilidade (ou ausência) das teorias das Relações Internacionais no contexto prático, compreendendo a complexidade do sistema internacional interdependente em todos os seus níveis: internacional, nacional, regional e local;
    • Estar familiarizado com as particularidades da gestão diplomática multilateral e bilateral, a partir da identificação dos objetivos, dos métodos de operação, dos padrões e das regras de procedimento das Organizações Internacionais (governamentais e não governamentais), como também ampliar a capacidade crítica a respeito da contribuição dos mesmos no contexto internacional;
    • Compreender a geopolítica internacional contemporânea;
    • Reconhecer e entender a ligação entre os grandes fatos históricos internacionais e o contexto histórico nacional;
    • Compreender os fatores determinantes para gestão de cooperação técnica, a partir dos parâmetros jurídicos estabelecidos, através de análise de tratados e acordos internacionais;
    • Compreender o cenário econômico nacional e internacional contemporâneo e os seus impactos na gestão diplomática, inferindo sobre a importância do comércio internacional, da integração regional e da economia política internacional para as relações internacionais;
    • Avaliar os novos desafios diplomáticos expostos no contexto internacional, tanto através do reconhecimento das novas problemáticas, quanto ao que se refere à execução de projetos internacionais;
    • Identificar e avaliar as consequências de ações terroristas e conflitos na comunidade internacional, bem como gerenciar crises internacionais, dentro do contexto da (in) segurança transnacional;
    • Reconhecer as ferramentas de planejamento e gestão de programas, projetos e ações internacionais, a partir da elaboração de estratégias de ação visando à cooperação, integração e interações dos mais variados tipos, no contexto internacional;
    • Demonstrar capacidade técnica, comunicativa, de liderança e de agregação, para responder aos desafios surgidos no diálogo intercultural e religioso, a partir do reconhecimento de processos políticos, econômicos, sociais, culturais e jurídicos em países e/ou regiões;
    • Compreender a complexidade dos temas atinentes à segurança internacional.


»Política de privacidade Unisinos
Jesuítas Brasil Unisinos - Somos infinitas possibilidades