• disciplinas-ingles

    Have you had the chance to take one of the undergraduate courses in English offered by Unisinos ?

    Unisinos is offering courses in English to undergraduate students. In 2015/1 join the discussion on important current issues and also enjoy the opportunity to brush up your English. See the 13 options below: For more information visit Disciplinas em Inglês   A high intermediate level of English is mandatory to register in any of the above mentioned courses. To enroll in these Academic Courses you ...

  • vestibular destaque

    Vestibular de Verão Unisinos

    Nesta quinta-feira, 16 de outubro, iniciam as inscrições para o Vestibular de Verão da Unisinos. A universidade oferece mais de 70 cursos de graduação divididos em dois campi, um em Porto Alegre e outro em São Leopoldo, além dos polos EAD. As inscrições para o vestibular vão até 17/11, e as provas acontecem dia 22/11. Para se candidatar, acesse unisinos.br/vestibular. No site, é ...

  • Unisinos é a melhor instituição particular do país, nos cursos de Engenharia Ambiental e matemática

    Neste ano a Unisinos ficou na 14ª colocação geral das instituições, mas ficou em primeiro lugar na relação de universidades privadas, destacando-se nos cursos de Engenharia Ambiental e Matemática. O RUF (Ranking Universitário Folha) é uma avaliação anual do ensino superior do Brasil realizada pela Folha de São Paulo desde o ano de 2012. Na edição de 2014 há dois produtos ...

  • Have you had the chance to take one of the undergraduate courses in English offered by Unisinos ?

    Unisinos is offering courses in English to undergraduate students. In 2014/1 join the discussion on important current issues and also enjoy the opportunity to brush up your English. See the 13 options below: For more information visit unisinos.br/ementas – Disciplinas em Inglês A high intermediate level of English is mandatory to register in any of the above mentioned courses. To enroll in these ...

Postado por gabriellapd em 25 - fevereiro - 2015 0 Comentário

Após ter passado, em agosto de 2014, pelo processo de avaliação in-loco, durante o qual foi bastante elogiado pelos avaliadores, o curso de Engenharia de Energia da UNISINOS foi oficialmente reconhecido pelo MEC, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União do dia 23 de janeiro de 2015:

“Portaria SERES/MEC 44/2015, de 22 de janeiro de 2015″

Postado por gabriellapd em 23 - fevereiro - 2015 0 Comentário

Engenharia_Civil

Postado por gabriellapd em 20 - fevereiro - 2015 0 Comentário

Engenharia_Mecanica

Postado por jsilvasilveira em 12 - fevereiro - 2015 0 Comentário

download (26)

Devido ao enorme calor gerado por processos industriais e usinas de energia elétrica, pesquisadores de todo o mundo estão há décadas procurando maneiras para aproveitar um pouco dessa energia desperdiçada. Pesquisadores do MIT e da Universidade de Stanford, ambos nos EUA, descobriram uma nova alternativa para converter em eletricidade o calor residual de baixa temperatura. A abordagem é baseada em um fenômeno chamado efeito termo galvânico.

Como a tensão das baterias recarregáveis depende da sua temperatura de operação, o novo sistema combina os ciclos de descarga e recarregamento dessas baterias com aquecimento e arrefecimento de modo que a tensão de descarregamento seja maior do que a tensão de recarregamento. O sistema pode aproveitar de forma eficiente mesmo diferenças de temperatura relativamente pequenas – por volta dos 50° C.

Postado por jsilvasilveira em 6 - fevereiro - 2015 0 Comentário

hlhljk

Os materiais artificiais, ou metamateriais, com sua impressionante capacidade de manipular ondas dos mais diversos tipos, têm uma característica que se julgava “natural”: eles amortecem as ondas que manipulam, fazendo-as perder energia.

Dexin Ye e seus colegas da Universidade do Arizona, EUA, descobriram uma forma de fabricar materiais que não reduzem a intensidade das ondas, uma espécie de metamaterial com amplificador. Isso não apenas dará um novo impulso aos mantos da invisibilidade, como também terá novas possibilidades ao manuseio prático das ondas de luz, som e até ondas sísmicas.

O novo material sintético não apenas resolve o problema da perda de energia, na verdade ele gera um ganho de energia. A energia extra é suprida por uma bateria que alimenta diodos incorporados no dispositivo, se tornando um “metamaterial ativo”, este termo também é utilizado para outra classe de metamateriais que podem ser reconfigurados em tempo real.

Mesmo que o protótipo opere em micro-ondas, os resultados têm implicações diretas para ondas ópticas, acústicas e outros tipos de radiação.

Fonte: www.inovacaotecnologica.com.br