• disciplinas-ingles

    Have you had the chance to take one of the undergraduate courses in English offered by Unisinos ?

    Unisinos is offering courses in English to undergraduate students. In 2015/1 join the discussion on important current issues and also enjoy the opportunity to brush up your English. See the 13 options below: For more information visit Disciplinas em Inglês   A high intermediate level of English is mandatory to register in any of the above mentioned courses. To enroll in these Academic Courses you ...

  • vestibular destaque

    Vestibular de Verão Unisinos

    Nesta quinta-feira, 16 de outubro, iniciam as inscrições para o Vestibular de Verão da Unisinos. A universidade oferece mais de 70 cursos de graduação divididos em dois campi, um em Porto Alegre e outro em São Leopoldo, além dos polos EAD. As inscrições para o vestibular vão até 17/11, e as provas acontecem dia 22/11. Para se candidatar, acesse unisinos.br/vestibular. No site, é ...

  • Unisinos é a melhor instituição particular do país, nos cursos de Engenharia Ambiental e matemática

    Neste ano a Unisinos ficou na 14ª colocação geral das instituições, mas ficou em primeiro lugar na relação de universidades privadas, destacando-se nos cursos de Engenharia Ambiental e Matemática. O RUF (Ranking Universitário Folha) é uma avaliação anual do ensino superior do Brasil realizada pela Folha de São Paulo desde o ano de 2012. Na edição de 2014 há dois produtos ...

  • Have you had the chance to take one of the undergraduate courses in English offered by Unisinos ?

    Unisinos is offering courses in English to undergraduate students. In 2014/1 join the discussion on important current issues and also enjoy the opportunity to brush up your English. See the 13 options below: For more information visit unisinos.br/ementas – Disciplinas em Inglês A high intermediate level of English is mandatory to register in any of the above mentioned courses. To enroll in these ...

Postado por ezanotti em 23 - janeiro - 2015 0 Comentário

images
Você que é aluno veterano da Unisinos, não está entendendo a localização da sua nova sala de aula? Calma nós explicamos.

Essa é uma das novidades da Unisinos para o semestre que se inicia. A nomenclatura das áreas 1, 2, 3, 4, 5 e 6 será extinta e, em seu lugar, novos códigos e endereços serão aplicados. A antiga área 1, que antes englobava cursos das Ciências Humanas, agora é o setor B. Nele poderão ocorrer aulas das Ciências Humanas, Exatas, Direito e outros. A ideia é de que haja a interação com pessoas de outros cursos e explorar todas as possibilidades que o campus oferece.

A nova sinalização será composta por: Setor, Prédio, Andar e Número da sala.

Antes do inicio das aulas, a Unisinos irá encaminhar a todos os seus estudantes o novo mapa do campus, com as novas legendas e dicas. Além de contar com profissionais da Universidade espalhados pelo campus para auxiliar os alunos a encontrarem a sua sala e sua localização durante a semana de volta às aulas.

Postado por gersonam em 13 - janeiro - 2015 0 Comentário
O século XXI está sendo o século da Nutrição e da atividade física. Aproveitando essa oportunidade, o curso de extensão “Nutrição Esportiva: da Teoria à Prática de Atendimento” da Unisinos propõe ferramentas de atualização para o assunto, que está em constante inovação.

Dieta, longevidade, atividade física e suplementação, por exemplo, são alguns dos assuntos que fazem parte do cotidiano e que estão diretamente relacionados à Nutrição. Confira alguns dos temas a serem trabalhados no curso:

  • Nutrição para o treinamento: exercícios e demandas energéticas;
  • Suplementação e hipertrofia;
  • Suplementação e emagrecimento.

Matricule-se! As aulas começam dia 19 de janeiro.

Conheça também os cursos:

Veja todas as ofertas em: unisinos.br/ferias

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

torre-amazonia-mpiApós muitos anos de planejamento e acertos com parceiros internacionais, começou a ser construída uma torre de 325 metros de altura, que será utilizada para estudar a Floresta Amazônica.

A Torre Atto, que será mais alta do que a Torre Eiffel, está sendo construída em Manaus, na Reserva Biológica do Uatumã, a leste da represa da Balbina. O projeto está sendo realizado por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, da Universidade do Estado do Amazonas e do Instituto Max Planck, da Alemanha.

Ao longo de toda a sua altura, a torre terá uma série de sensores, sondas e bombas que irão sugar o ar em diferentes altitudes para analisa-lo e detectar, sobretudo, a quantidade de aerossóis presentes. Os cientistas também planejam estudar o transporte de massas de ar pela floresta.

Porém, o grande destaque da Atto não será sua altura, já que existem sensores dedicados à coleta de dados climáticos no alto dos edifícios com mais de 800 metros em Dubai. O que tornará a Atto única no mundo é o ecossistema onde ela está sendo instalada: na maior área de floresta contínua da Terra, embora venha diminuindo com o avanço das plantações de soja e criação extensiva de gado.

Fonte: www.inovacaotecnologica.com.br

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

megaprojeto-crossrail-infraestruturas-01O gigantesco projeto britânico Crossrail está avançando em bom ritmo no subsolo de Londres, tendo atingido, no inicio deste mês, a meta de 60% de sua infraestrutura concluída. Compreendendo 42 quilômetros de tuneis, sua execução emprega diretamente mais de 10 mil engenheiros e operários, e deverá entrar em serviço, de forma faseada, entre os anos de 2015 e 2019.

Fonte: www.engenhariacivil.com

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

arvores-eletricasDefeitos em cabos submarinos de alta tensão são difíceis de detectar e mais difíceis ainda de concertar, na verdade é necessária uma substituição a um custo muito elevado. A resposta para os riscos de interrupção no fornecimento de energia e para os elevados custos de operação podem estar nos materiais capazes de autorrecuperação.

A tecnologia que vem sendo desenvolvida em varias partes do mundo, normalmente envolve o uso de microcápsulas cheias de produtos capazes de consertar defeitos que surjam no material. Quando o material começar a trincar, as microcápsulas se rompem e liberam as moléculas de reparação, que fazem o conserto sem necessidade de intervenção externa.

No caso dos cabos de transmissão de energia, o problema são as chamadas “árvores elétricas”, que se desenvolvem no revestimento dos fios e cabos quando eles se aproximam do final de suas vidas uteis. Os campos elétricos conduzidos no interior dos cabos exploram pequenas fraquezas no material de isolamento, gerando canais muito finos, que se espalham através do material como os galhos de uma árvore. Quando esses canais finalmente alcançam a superfície do revestimento, o dano está feito e um curto-circuito é fatal no caso dos cabos submarinos.

Fonte: www.inovacaotecnologica.com.br