• DIVULGAÇÃO BANCAS ECONOMIA- 2014_2

    PREZADO ALUNO:  . CONSULTE ABAIXO A DATA DA SUA BANCA DE MONOGRAFIA II: . Divulgação Bancas Economia . OBSERVAÇÃO: Alunos que pretendem assistir bancas de Trabalhos de Conclusão da Graduação, e que desejam aproveitar como horas complementares devem, no dia da banca, assinar a Ata de Ciência e Comparecimento que será disponibilizada pelo orientador do TCC assistido. Os dados devem ser preenchidos corretamente e de forma legível, para ...

  • vestibular destaque

    Vestibular de Verão Unisinos

      Nesta quinta-feira, 16 de outubro, iniciam as inscrições para o Vestibular de Verão da Unisinos. A universidade oferece mais de 70 cursos de graduação divididos em dois campi, um em Porto Alegre e outro em São Leopoldo, além dos polos EAD. As inscrições para o vestibular vão até 17/11, e as provas acontecem dia 22/11. Para se candidatar, acesse unisinos.br/vestibular. No site, ...

  • Oficina de Apoio à Escrita do Trabalho de Conclusão de Curso

        Programação 1º encontro: Apresentação das partes de um Trabalho de Conclusão; Apresentação do anteprojeto; Abordagem da introdução; exercícios de modalização. 2º encontro: Partes de uma introdução; exercícios de modalização. 3º encontro: Abordagem da conclusão e considerações finais; verbos de dizer; 4º encontro: Nova ortografia; 5º encontro: Nova ortografia, exercícios de modalização, revisão de TCCs.     Data de início: 25 de setembro de 2014     Data de término: 23 de outubro de ...

  • REUNIÃO INICIAL MONOGRAFIAS I e II – 2014/2

    Se você está matriculado (a) em Monografia I  ou em Monografia II, em 2014/2, fique atento (a) à data da reunião inicial: ATIVIDADE DATA HORÁRIO SALA Monografias I e II 07/08/2014 (quinta-feira) 18:30 às 19:30 5C005   * Prazo para entrega da FICHA DE ESCOLHA DE ORIENTADOR: até 28/08 (quinta-feira), na secretaria do curso (sala 5A204). ** A sua participação é muito importante, pois serão tratados assuntos referentes à orientação do trabalho, documentos necessários e prazos, informações ...

Postado por ezanotti em 23 - janeiro - 2015 0 Comentário

Unisinos logoVocê que é aluno veterano da Unisinos, não está entendendo a localização da sua nova sala de aula? Calma nós explicamos.

Essa é uma das novidades da Unisinos para o semestre que se inicia. A nomenclatura das áreas 1, 2, 3, 4, 5 e 6 será extinta e, em seu lugar, novos códigos e endereços serão aplicados. A antiga área 1, que antes englobava cursos das Ciências Humanas, agora é o setor B. Nele poderão ocorrer aulas das Ciências Humanas, Exatas, Direito e outros. A ideia é de que haja a interação com pessoas de outros cursos e explorar todas as possibilidades que o campus oferece.

A nova sinalização será composta por: Setor, Prédio, Andar e Número da sala.

Antes do inicio das aulas, a Unisinos irá encaminhar a todos os seus estudantes o novo mapa do campus, com as novas legendas e dicas. Além de contar com profissionais da Universidade espalhados pelo campus para auxiliar os alunos a encontrarem a sua sala e sua localização durante a semana de volta às aulas.

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

mulher26O típico e mais comum prato dos brasileiros está mais caro nas prateleiras dos supermercados e, consequentemente, nas cestas básicas. Uma pesquisa do Centro Universitário de Franca, por meio do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais, mostra elevação nos itens básicos.

Sem contar o arroz, que teve uma pequena queda no preço, o feijão, a batata e a carne estão mais caros para o consumidor em novembro em comparação com o mês anterior. O levantamento foi realizado no mês de novembro e está em conformidade com o portfólio de produtos levantados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o que permite as comparações.

Os resultados obtidos nessa última pesquisa mostram que o feijão, por exemplo, está 6,54% mais caro. Quatro quilos e meio do produto estavam custando nas prateleiras por R$ 12,39 no mês de outubro e passou a custar R$ 13,20 em um mês. O arroz, também tão comum, apresentou variação negativa, ou seja, está mais barato. Três quilos do produto estavam custando R$ 7,19 e depois baixou para R$ 7,09, uma diferença bem pequena.

A batata teve a maior variação, chegando a 180,68%. O quilo do tubérculo estava a R$ 0,86 e no mês passado passou para R$ 2,43. A carne, na pesquisa de supermercado, teve aumento de 4,17%. De acordo com os dados, a carne de boi apresentou alta em quase todas as variedades, apenas a carne de 2ª Acém registrou uma queda de 2,18%.

Fonte: CM NEWS

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

juros-inflacao-dinheiro-grafico-indice-indicadores-indicador-wkakx18113915-f3As ações da Petrobras caminhavam para o sexto pregão seguido de queda na metade deste mês, após a companhia adiar novamente a divulgação do resultado trimestral. As ações ordinárias eram negociadas abaixo de R$ 9, com queda de mais de 9%.

A estatal, no entanto, apresentou indicadores operacionais, como a receita de vendas, caixa e equivalente de caixa, e endividamento líquido. Para a equipe do BTG Pactual, os números não são conclusivos e fica difícil interpretá-los como positivo sem ter em mãos ao menos como foi a variação do capital de giro da companhia. Em nota a clientes, o banco avalia ser difícil a companhia divulgar os dados auditados no mês de janeiro.

Fonte: www.economia.uol.com.br

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

download (25)A grande ABC gerou R$ 87,094 bilhões de PIB no ano de 2012, a preços daquele ano. Se comparada apenas com as cidades brasileiras, a região continuou na quarta posição nacional e segunda estadual. Porém, na comparação com o ano de 2011, houve recuo, descontada a inflação, de 6,6%.

De acordo com as informações divulgadas pelo IBGE, a capital foi a cidade com o maior PIB no ano de 2012, totalizando R$ 499,375 bilhões. Em seguida aparecem Rio de Janeiro, com R$ 220,924 bilhões, e Brasília, com R$ 171,235 bilhões. Todas apresentam queda real nos montantes, na comparação com o ano de 2011, e, portanto mantiveram suas posições no ranking nacional.

Fonte: CM NEWS

Postado por ezanotti em 8 - janeiro - 2015 0 Comentário

aumento-da-expectativa-de-vida-reduz-valor-da-aposentadoria2Com o aumento da expectativa de vida do brasileiro, haverá uma redução média de 0,65% no benefício do trabalhador que se aposentar a partir do dia 01/12/14 por tempo de contribuição. De acordo com os dados da tábua de mortalidade projetada para o ano de 2013, a expectativa de vida ao nascer passou de 74,6 anos no ano e 2012, para 74,9 anos, um incremento de três meses e 25 dias.

Os homens possuem uma expectativa menor: ela passou de 71 anos em 2012, para 71,3 anos no ano de 2013. Já para as mulheres, a expectativa subiu de 78,3 anos para 78,6 anos.

A diminuição se deve ao fator previdenciário, mecanismo utilizado pelo INSS para tentar adiar a aposentadoria dos trabalhadores mais jovens, penalizando quem se aposenta mais cedo, já que esse segurado, teoricamente, irá receber o benefício por mais tempo.

O cálculo leva em conta a idade ao se aposentar, o tempo de contribuição para a Previdência Social e a expectativa de sobrevida, ou seja, quanto tempo o trabalhador deve viver a mais considerando a idade que tem ao pedir a aposentadoria. A nova tabela do fator previdenciário vale até o dia 30/11 de 2015.

Fonte: www1.folha.uol.com.br