A presente edição de nosso Simpósio deseja dar continuidade e ampliar o debate iniciado nos encontros anteriores, intensificando o aporte sobre as questões que emergiram de forma mais potente nas três últimas experiências. Pensamos que essa intensificação não se dá somente pelo mergulho de aprofundamento dos temas não esgotados em discussão, mas pela difusão ampliada da participação do público e por um recorte mais plural dos assuntos das mesas, bem como pela inclusão de espaços de reflexão sobre possíveis novas formas de se documentar a criação (como nas demonstrações práticas de trabalho).

A agenda busca contemplar alguns temas, em certa medida, recorrentes ao debate contemporâneo da comunidade artística, mas que podem ser problematizados num formato dinâmico de interfaces de reflexão. De fato, esse nos parece o caminho mais eficiente no esforço de construir um campo verdadeiramente potente de atualização do debate sobre as artes performativas: posicionar tais temas não como eixos de discussão autônomos, mas como núcleos móveis de provocações que se atravessam, se ultrapassam e desdobram a experiência do encontro físico em si.

Saiba mais sobre o evento